sexta-feira, 9 de março de 2018

Ohhhh! (Em lágrimas depois disto...)

Keala Settle 'This is Me'

De vez em quando cruzo-me com coisas espetaculares e fico boquiaberta com tanta emoção, com tanta sensibilidade, com tanta beleza e alegria! Caramba! Que música maravilhosa!!
I am not a stranger to the dark
Hide away, they say
'Cause we don't want your broken parts
I've learned to be ashamed of all my scars
Run away, they say
No one'll love you as you are
But I won't let them break me down to dust
I know that there's a place for us
For we are glorious
When the sharpest words wanna cut me down
I'm gonna send a flood, gonna drown them out
I am brave, I am bruised
I am who I'm meant to be, this is me
Look out 'cause here I come
And I'm marching on to the beat I drum
I'm not scared to be seen
I make no apologies, this is me
Oh-oh-oh-oh
Oh-oh-oh-oh
Oh-oh-oh-oh
Oh-oh-oh-oh
Oh-oh-oh, oh-oh-oh, oh-oh-oh, oh, oh
Another round of bullets hits my skin
Well, fire away 'cause today, I won't let the shame sink in
We are bursting through the barricades and
Reaching for the sun (we are warriors)
Yeah, that's what we've become (yeah, that's what we've become)
I won't let them break me down to dust
I know that there's a place for us
For we are glorious
When the sharpest words wanna cut me down
I'm gonna send a flood, gonna drown them out
I am brave, I am bruised
I am who I'm meant to be, this is me
Look out 'cause here I come
And I'm marching on to the beat I drum
I'm not scared to be seen
I make no apologies, this is me
Oh-oh-oh-oh
Oh-oh-oh-oh
Oh-oh-oh-oh
Oh-oh-oh-oh
Oh-oh-oh, oh-oh-oh, oh-oh-oh, oh, oh
This is me
and I know that I deserve your love
(Oh-oh-oh-oh) 'cause there's nothing I'm not worthy of
(Oh-oh-oh, oh-oh-oh, oh-oh-oh, oh, oh)
When the sharpest words wanna cut me down
I'm gonna send a flood, gonna drown them out
This is brave, this is proof
This is who I'm meant to be, this is me
Look out 'cause here I come (look out 'cause here I come)
And I'm marching on to the beat I drum (marching on, marching, marching on)
I'm not scared to be seen
I make no apologies, this is me
When the sharpest words wanna cut me down
I'm gonna send a flood, gonna drown them out
I'm gonna send a flood
Gonna drown them out
Oh
This is me

E fiquei a saber que o Hugh Jackman também canta! E que voz!!

Hugh Jackman 'From now on'

Homemade notes to self #30


Houvesse um prémio aqui no meu prémio de melhor vizinha e eu ganhava ;) no prazo de uma semana vieram bater-me à porta 2 pessoas diferentes (que estavam a passar férias aqui no prédio) a pedir coisas para o jantar. 
Uma vez foram duas miúdas a pedir esparguete e eu só tinha um pacote de quilo e foi esse mesmo que lhe dei. Passados uns dias, vieram entregar-me um pacote igual e uma caixa de chocolates Milka.

Da última vez foi uma rapaz pedir um dente de alho. Esse não veio devolver nada, mas também não faz mal. Fiquei a sentir-me bem na mesma!

segunda-feira, 5 de fevereiro de 2018

A culpa, essa desgraçada! #2

via
Por estes dias é isto, com muitas birras, com muito choro (dela e meu!!), com algumas palmadas, com demasiado trabalho e demasiada pressão! Nunca tive uma vida tão boa como agora, mas também nunca tive uma vida tão difícil como nestes 2 anos e 7 meses!! A Luísa é uma boneca, mas é tão teimosinha e tão chatinha que às vezes nem sei como é que consigo gerir tudo e ainda continuar sã da minha cabeça!

sexta-feira, 12 de janeiro de 2018

Olá 2018!


2018 já começou há 12 dias e eu sem grande disponibilidade (principalmente mental!) para me dedicar um pouco ao blogue. Fomos de férias de Natal a Portugal e foi mesmo bom, mas em termos de trabalho foi péssimo. Levei testes, cadernos, livros e afins para tentar fazer alguma coisa, mas tendo em conta que não temos propriamente casa nossa, torna-se difícil conseguir fazer alguma coisa. logo, as tarefas que tinha para fazer continuam por fazer e junta-se aqui com o regresso à rotina e a coisa não está fácil!

Entrei em 2018 feliz e certa de que este ano vai ser bom! Não fiz resoluções de ano novo porque algures no passado recente deixei de fazer planos para a minha vida. O destino traz-nos muitas surpresas e já tenho muita experiência disso, por isso há que aproveitar os dias da melhor forma e continuar a usufruir dos pequenos-grandes momentos da vida!

Tenham um feliz 2018!

segunda-feira, 27 de novembro de 2017

Por estes dias!

via
My God...já passou mais de um mês desde que escrevi aqui pela última vez! Os dias têm-se sucedido uns aos outros num ciclo interminável, mas desta vez tenho tentado focar-me mais nas tarefas importantes e no trabalho.
Novidades dos últimos tempos:

  • comemorámos o Dia da Ciência na escola na passada 4ª feira com uma cientista a fazer experiências com os miúdos e os meus alunos adoraram!
  • A festa de Natal é já dia 9 (ahhhhh!!) e já estou farta de resolver coisas e coisinhas e só espero que com tanto stress não fique doente como no ano passado!
  • Estive a verificar o número de aulas que ainda me faltam dar este semestre e há turmas que só vão ter mais 2 aulas(!!), porque temos 2 sextas feiras sem aulas (o dia 15, que é feriado; e o dia 22 em que há dispensa letiva por causa do Natal)
  • A casa tem estado sempre mais ou menos e isso deixa-me feliz! É verdade que agora temos empregada (1x/semana) e isso ajuda bastante, mas tenho conseguido gerir tudo melhor;
  • Já chegou cá o Natal a casa e a Luísa adorou as decorações e a árvore e as luzes e se pudesse, acho que ia adorar brincar com tudo!

quarta-feira, 25 de outubro de 2017

Para ti, meu amor...

via

A ti que és o meu grande amor, o meu herói, o homem da minha vida desejo-te sempre tudo de bom. 
Sei que podia ser mais querida, mais compreensiva, mais fofinha e cutxi-cutxi, mas se fosse assim, essa não seria eu. Sou brutinha como só eu sei ser, sou rezingona e resmungona, mas acordo sempre muito bem-disposta e não me queixo das coisas que faço por ti (e esperar, que odeio...).

Gosto que tu gostes de animais (sejam os nossos gatos ou animais em geral), adoro que sejas meio maluco e que alinhes sempre nos meus planos. Adoro os teus abraços e quando me deixas em paz porque percebes que preciso de espaço e de silêncio (bem, como uma filha fofa qualquer dessas é difícil...). Adoro passear de carro sem planos contigo e ainda gosto mais que me leves a sítios giros que não conheço.
Adoro olhar a nossa foto gira na minha secretária e perceber que passaram quase 4 anos, mas podia ter sido a vida toda, que este amor que temos é coisa para durar para sempre, mas foi preciso a vida dar tantas voltas para nos encontrarmos.

Gosto muito desta vida que temos e desta nossa família e quero ficar contigo até sermos velhinhos. Amo-te muito até ao infinito, por isso muitos, muitos parabéns!

{O meu marido fez 28 anos no dia 13 de outubro, mas depois de 1 jantar de aniversário e de cantarmos os parabéns em 2 dias seguidos e de andarmos em festa cá por casa, só chegou agora a hora de deixar aqui por escrito...}

quinta-feira, 19 de outubro de 2017

Cenas de mãe #23

via
Os meus pais chegaram ontem de visita e hoje a Luísa dormiu a sesta em casa da tia para eu conseguir trabalhar no computador, mas acabei por decidir passar algum tempo a ler em interrupções e a pôr as ideias em ordem, que é disso que sinto mais falta! Mais do que tempo para trabalhar (e desse preciso muuuuito), sinto que preciso de tempo para pensar! Tempo para estar comigo mesma sem pensar nas tarefas domésticas, sem ser interrompida a cada 5 minutos, sem ouvir um 'mãeeeeee!'
Há tantas dias em que me sinto culpada  e depois digo coisas que não são bem verdade e depois ainda me sinto pior... há tantas vezes em que me sinto farta de ter a Luísa sempre atrás de mim (estejamos as duas sozinhas ou esteja o pai também...) e só precisava de umas horas de concentração ininterrupta!
Ninguém disse que seria fácil, mas ser mãe quase a tempo inteiro e ainda ter um trabalho é muito duro!

quarta-feira, 18 de outubro de 2017

Insta flashes #15 - setembro 2017



































Em setembro os amanheceres já estão mais frescos, mas a luz dourada da tarde e as cores vibrantes da natureza compensam isso tudo. Setembro é o meu mês, por isso é sempre uma altura feliz. 
Para além disso chega a minha estação preferida e acho que isso me faz melhor pessoa e mais concentrada noutras coisas que não eu mesma. Parece que não faz muito sentido, mas para mim é isso mesmo. Os meus anos chegam a dia 7 e este ano já são 33 e depois do aniversário sinto que fiquei mais focada na família, na casa, no trabalho e nas leituras, menos em mim. Acho que isso se nota nas fotos.
Obviamente que há fotos das prendinhas, mas há muitas fotos lá fora, algumas fotos da minha miúda e outras tantas fotos da vida de todos os dias e das minhas pessoas :)

Bem, se todos os dias ficamos um dia mais velhos, porque é que só comemoramos nos aniversários? Tenho tentado pensar mais nas coisas boas da minha vida!



segunda-feira, 16 de outubro de 2017

Esta podia ser uma das músicas da minha vida!


JP Cooperseptember song

You were my September song, summer lasted too long
Time moves so slowly, when you’re only fifteen
You were my September song, tell me where have you gone?
Do you remember me, we were only fifteen
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...